Notícias

Ver notícia

O processo seletivo será divulgado no próximo mês. As aulas estão previstas para o 2° Semestre

A Ambiental MS Pantanal não é só uma concessionária que busca a excelência na prestação dos serviços, como também apoia programas e projetos de transformação social, que contribuem para o desenvolvimento humano. Por isso, ela foi uma das empresas que manifestaram interesse para que Mato Grosso do Sul oferecesse o Mestrado Profissional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos (ProfÁgua).

O diretor-presidente da Ambiental MS Pantanal, Paulo Antunes, não só demonstrou apoio como considerou que a iniciativa vai contribuir de forma significativa para o meio ambiente. “A Ambiental MS Pantanal acredita que temos um ambiente rico em recursos hídricos e que promover estudos e pesquisas que possam contribuir para a sua sustentabilidade é de fundamental importância. Nesse sentido, termos um Mestrado de Recursos Hídricos com certeza será de grande valor para o nosso Estado”, reitera.

O Edital foi aberto em janeiro para instituições públicas de ensino superior credenciadas pelo Ministério da Educação (MEC), ou órgão estadual equivalente, para oferta de cursos superiores, a UEMS foi uma das interessadas. A instituição teve três meses para atender os pré-requisitos, entre eles contar com o apoio de instituições públicas e privadas que manifestassem a anuência ao mestrado.

O professor da UEMS Fábio Ayres foi quem esteve à frente da Comissão de elaboração da proposta do mestrado. Segundo ele, um dos propósitos do curso é atender uma demanda da sociedade carente na qualificação profissional em gestão e regulação de recursos hídricos, motivo que fez com que 15 instituições públicas e privadas demostrassem apoio, entre elas a Ambiental MS Pantanal.

Arquivo pessoal

Sobre o mestrado:

O Mestrado Profissional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos (ProfÁgua) foi idealizado pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), em 2015. Com conteúdos teóricos e práticos, a formação é gratuita e voltada a profissionais e pesquisadores da área.

Em Campo Grande, as aulas serão ministradas por professores de diversas áreas da UEMS, como também da Embrapa, o UFGD, o UFMS, que são colaboradores do programa. O mestrado será no Centro de Estudo de Fronteira General Padilha (Cefront) na UEMS.

Ao todo, são 24 meses de duração em formato presencial, o processo seletivo será divulgado entre os meses de abril e maio. As aulas estão previstas para começarem no 2° semestre de 2024.

O professor Fábio destaca a importância desse mestrado para o Mato Grosso do Sul, num cenário onde recursos hídricos são um dos elementos fundamentais no Estado. “Com a proposta selecionada, a pesquisa realizada pela universidade deixa de ser básica e alcança outros patamares que servirão para o desenvolvimento não apenas dos profissionais, como também trarão respostas efetivas”, frisou.

Compartilhar:

Veja Também

Iniciativa de colaborador da MS Pantanal otimiza serviços em Japorã Saiba mais
Iniciativa de colaborador da MS Pantanal otimiza serviços em Japorã

Trabalhador adaptou sistema que evita obstruções na rede de esgoto do município “Uma ação simples que gera resultado” é assim que o opera...

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Ambiental MS Pantanal e saiba mais sobre obras, programas e projetos.

Esgotamento Sanitário Saiba mais
Esgotamento Sanitário

A Ambiental MS Pantanal trabalha diariamente para ampliar e melhorar o índice de coleta e tratamento de esgoto.

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.