Notícias

Ver notícia

Passados menos de um mês do início da operação plena, a Ambiental MS Pantanal (AMSP) – empresa criada a partir da Parceria Público-Privada (PPP) entre a Sanesul e o Grupo Aegea – concluiu, nesta semana, a fase de modernização das centrais de monitoramento do sistema de esgoto em todo o Mato Grosso do Sul.

Na prática, isso significa que o funcionamento de 192 estações elevatórias de esgoto (EEEs) está sendo monitorado pelo Centro de Controle Operacional (CCO) da empresa, em Campo Grande, em tempo real, 24 horas por dia, todos os dias.

A companhia veio para reforçar os investimentos no setor, a fim de garantir – ao lado da Sanesul -, a universalização dos serviços na próxima década. Com isso, o MS será o primeiro estado do país a garantir saneamento básico à toda a população, tornando-se referência nacional.

O movimento representa uma melhoria na gestão dos ativos e na eficiência tecnológica. Agora, dados como o nível do esgoto nas estações elevatórias e o estado de funcionamento da estrutura eletromecânica (bombas, geradores e baterias) serão coletados em tempo real. Evita-se, assim, problemas como extravasamento das unidades.

Isso foi possível graças à instalação de novas centrais de monitoramento. Essas centrais substituem discadoras analógicas e permitirão a coleta de dados operacionais mais detalhados nas estações elevatórias e de tratamento do esgoto nos 68 municípios onde a empresa passa a operar.

Com o novo sistema, o quadro de comando de cada unidade enviará dados sobre o funcionamento dos equipamentos da planta para um sistema informatizado. “Essa é uma solução inovadora que foi desenvolvida pela Aegea”, disse o coordenador de eletromecânica da MS Pantanal, Janderson Fortunato. “Esse tipo de monitoramento trouxe uma redução de custos e o aumento da confiabilidade nas operações”, completou.

A iniciativa incorpora inteligência de dados e tecnologia à gestão, permitindo a coleta e cruzamento de informações importantes e úteis para o desenvolvimento de estratégias de atuação e investimento.

E por falar em inteligência, nesta semana, o programa Infra Inteligente – também desenvolvido pela Aegea – foi tema de destaque no “Fórum Saneamento 2021”, realizado quinta-feira (27), na Bolsa de Valores de São Paulo, a B3. O evento é visto como o mais importante do setor no país, e tem como intuito expor os avanços representados pelo novo marco legal, sancionado no ano passado.

No evento, o diretor sênior de projetos da Aegea, Wagner Carvalho, falou sobre o programa, que consiste no mapeamento e digitalização de todos os ativos da sanesul, com equipamentos de ponta que permitem a criação de mapas tridimensionais interativos.

Além disso, o Infra Inteligente, programa pioneiro no setor, permite a realização de visitas virtuais nas estruturas das concessionárias, em qualquer lugar do país, prevenindo problemas, facilitando a tomada de decisões e otimizando recursos e serviços de saneamento.

Compartilhar:

Veja Também

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Ambiental MS Pantanal é responsável pelos serviços de coleta e tratamento de esgoto em 68 municípios no interior do Mato Grosso do Sul

MS Pantanal leva informação e mudas de Ipês para estudantes sidrolandenses Saiba mais
MS Pantanal leva informação e mudas de Ipês para estudantes sidrolandenses

Na última semana, a Ambiental MS Pantanal participou da programação da ‘I Semana Socioambiental’, promovida pela Prefeitura de Sidrolândi...

Esgotamento Sanitário Saiba mais
Esgotamento Sanitário

A Ambiental MS Pantanal trabalha diariamente para ampliar e melhorar o índice de coleta e tratamento de esgoto.