Bataguassu: Rota do Saneamento entrega R$ 7,4 milhões em obras de esgotoa

Postado por administrador em 20/dez/2021 - Sem Comentários

O diretor-presidente da Empresa de Saneamento do Mato Grosso do Sul (Sanesul), Walter Carneiro Jr., esteve em Bataguassu – cidade a 330 quilômetros de Campo Grande –, na última semana, para entregar R$ 7,4 milhões em obras de esgotamento sanitário no município, como parte da “Rota do Saneamento”.

Na presença do prefeito Akira Otsubo, vereadores e secretários municipais, Carneiro Jr. disse que recebeu “a importante atribuição do governador Reinaldo Azambuja” de entregar obras de saneamento nos 68 municípios em que a estatal detém a concessão dos serviços.

De acordo com a Sanesul, a “Rota do Saneamento” está cumprindo a missão atribuída pelo governo a fim de universalizar o sistema de esgotamento sanitário do MS, percorrendo os municípios e entregando obras.

“Estamos entregando melhorias à população de Bataguassu. São mais de R$ 13 milhões em obras que estão sendo entregues e autorizadas nos municípios”, disse o diretor-presidente. “Uma nova estação totalmente remodelada, mais redes de esgoto, mais estações elevatórias e mais condições de levar o esgotamento sanitário para toda a população”, acrescentou.

Já o prefeito Otsubo destacou a importância dos investimentos e disse que o saneamento básico significa mais saúde e qualidade de vida para a população de Bataguassu.

No ato público, foram entregues 11.397 metros de rede coletora de esgoto e 684 ligações domiciliares de esgoto como parte do programa Avançar Cidades, com recursos próprios da Sanesul contratados via Caixa Econômica Federal. O investimento é de R$ 2.170.815,52.

Também foram inauguradas obras de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), com vazão de 20 litros por segundo e mais 695 ligações domiciliares à rede, cujos investimentos envolvem recursos da Fundação Nacional da Saúde (Funasa) e contrapartida da Sanesul. No total, foram investidos R$ 4.186.375,43.

Além disso, também com recursos da Funasa, foi entregue outro pacote, que inclui rede coletora de esgoto e 660 ligações domiciliares, no valor de R$ 1.094.362,52.

PPP do Saneamento. A estrutura entregue pela Sanesul está sendo operada pela Ambiental MS Pantanal – empresa criada a partir da Parceria Público-Privada (PPP), entre a estatal e o Grupo Aegea.

Desde maio, a companhia assumiu os serviços de coleta, afastamento e tratamento do esgoto em todas os 68 municípios em que a Sanesul está presente.

Com a PPP, possibilitada pelo Marco Legal do Saneamento, o MS deve se tornar o primeiro estado do país a atingir a universalização do saneamento básico dentro dos próximos dez anos, garantindo acesso a mais 1,7 milhão de sul-mato-grossenses aos serviços. Para isso, a MS Pantanal estima um investimento de cerca de R$ 1 bilhão em obras.