Sanesul entrega R$ 4,3 milhões em obras de esgoto em Chapadão do Sul

Postado por administrador em 23/set/2021 - Sem Comentários

A Empresa de Saneamento do Mato Grosso do Sul (Sanesul) inaugurou, nessa terça-feira (21), R$ 4,3 milhões em obras de esgoto em Chapadão do Sul, localizada região do Bolsão do Estado. Foram entregues aos moradores 29 mil metros de rede coletora, com 2,5 mil ligações domiciliares.

A entrega aconteceu em uma cerimônia que contou com a presença do governador Reinaldo Azambuja, o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, e o diretor-presidente da estatal, Walter Carneiro Jr.

Também estiveram presentes o prefeito João Carlos Krug, o Secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula, e o diretor-presidente da Fundação do Trabalho do MS (Funtrab), Marcos Derzi.

A estrutura entregue está sob operação da Ambiental MS Pantanal (AMSP) – empresa criada a partir da Parceria Público-Privada (PPP) entre a Sanesul e o Grupo Aegea. Desde maio, a companhia assumiu os serviços de coleta, afastamento e tratamento do esgoto em todas os 68 municípios em que a Sanesul está presente.

Com a PPP, possibilitada pelo Marco Legal do Saneamento, o MS deve se tornar o primeiro estado do país a atingir a universalização do saneamento básico dentro dos próximos dez anos, garantindo acesso a mais 1,7 milhão de sul-mato-grossenses aos serviços. Para isso, a MS Pantanal estima um investimento de cerca de R$ 1 bilhão em obras.

“Fico imensamente grata por fazer parte deste processo que estamos vivendo”, disse Fernanda Jara, supervisora da MS Pantanal para a região de Chapadão do Sul. Ela explicou que o intuito da parceria é acelerar os investimentos no setor para que a meta da universalização seja atingida o quanto antes. “Vamos levar mais qualidade de vida para a população”.

Laguna Carapã. Também nesta semana, a Sanesul entregou uma estação de tratamento de esgoto (ETE), 10 quilômetros de rede coletora e 372 ligações domiciliares ao município de Laguna Carapã, ao sul do Estado.

A entrega foi realizada em ato público na presença do prefeito do município, Ademar Dalbosco, vereadores e secretários municipais. Durante a solenidade, também foi entregue uma estação elevatória de esgoto. Ao todo, os investimentos em Laguna somam R$ 4,13 milhões.

Rotarianos realizam plantio de ipês na ETE Aporé, em Chapadão do Sul

Postado por administrador em 18/ago/2021 - Sem Comentários

Nesta quarta-feira (18), a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Aporé, em Chapadão do Sul, recebeu a visita de representantes do Rotary Club para o plantio simbólico de ipês roxos no bosque da unidade operada pela Ambiental MS Pantanal (AMSP), companhia criada através da Parceria Público-Privada (PPP) entre a Sanesul e o Grupo Aegea.

A ação acontece desde 2017 em Chapadão e foi idealizada com o intuito de conscientizar a população sobre a importância da preservação ambiental e do plantio de espécies nativas do cerrado – bioma ameaçado por queimadas e pela prática da monocultura. No local, já foram plantadas mais de 120 mudas nesta parceria.

A ETE Aporé é o local onde é tratado todo o esgoto doméstico do município localizado na região Nordeste do Mato Grosso do Sul.

Estiveram presentes o presidente regional do Rotary, Luiz de Albuquerque Ferreira; o coordenador da regional de Três Lagoas da AMSP, Célio Damásio; o presidente do Rotary de Chapadão, José de Oliveira; e o supervisor da Sanesul Bruno Batista Borges. Também participaram os rotarianos Sebastião Nunes, José Adelmo e Marcelo Bexiga, além do colaborador da MS Pantanal, Francisco Júnior.

Criado em Chicago (EUA) há 116 anos, o Rotary é a mais antiga organização internacional de clubes de serviço, presente em cerca de 200 países. A organização conta com mais de 1,2 milhão de membros e surgiu com o propósito de unir líderes a fim de oferecer serviço humanitário em prol da paz e do bem-estar mundial, ajudando a desenvolver de projetos em áreas como saúde e educação.

Chapadão do Sul e Paranaíba são as próximas cidades a receberem caminhão customizado da MS Pantanal

Postado por administrador em 02/jul/2021 - Sem Comentários

Chapadão do Sul e Paranaíba serão os próximos municípios a receberem, na próxima semana, modelos dos os novos caminhões customizados da Ambiental MS Pantanal (AMSP) – empresa criada a partir da Parceria Público-Privada (PPP) entre a Sanesul e o Grupo Aegea, que veio impulsionar os investimentos no saneamento básico a fim de garantir acesso aos serviços de esgoto dentro dos próximos dez anos.

Os veículos foram desenhados com o objetivo de diminuir possíveis transtornos nos serviços de esgoto e já circulam em outras sete cidades do estado contempladas pela PPP. Vista como nova solução para o setor, a “retro saneamento” vai trazer mais agilidade a serviços como manutenção, troca de tubulação, ligação da rede de esgoto, entre outros.

Isso será possível porque que esse tipo de caminhão reúne – em um só veículo – equipamentos como caçamba, retroescavadeira, baús para acondicionamento de ferramentas, guindaste e engate rápido para instrumentos hidráulicos.

Agora, o deslocamento de vários veículos para a realização de um só serviço não se faz mais necessário, resultando na redução da emissão de poluentes e de possíveis transtornos no tráfego das cidades. “Com a utilização desse equipamento, ganhamos em agilidade no deslocamento entre serviços em diferentes municípios, garantindo eficiência no atendimento aos clientes”, explicou Nivaldo da Silva, analista de operações da MS Pantanal.

Aldo Benevides, coordenador da AMSP em Dourados – onde o veículo já funciona a pleno vapor – lembrou que “além de trazer inovação e modernidade ao setor de saneamento, a ‘retro’ vem com o objetivo de ganho de produtividade… o que chama atenção é a facilidade de locomoção e realização de serviços”.

Além de Dourados, o mesmo modelo já foi entregue pela MS Pantanal em municípios como Três Lagoas, Naviraí, Nova Andradina, Aquidauana, Amambai e Ribas do Rio Pardo. O município de Jardim também deve receber um modelo.

Operação Plena. A MS Pantanal deu início a chamada “operação plena” em maio, mas equipes e veículos da empresa já podem ser vistos em todas as regiões do estado. A empresa tem a meta ambiciosa de universalizar o saneamento básico no Mato Grosso do Sul dentro da próxima década. Para isso, estima-se o investimento de cerca de R$ 1 bilhão em obras.

A expectativa é de que mais de 1,7 milhão de sul-mato-grossenses tenham acesso ao saneamento básico ao final de 2031. Isso significa que 98% da população estadual estará assistida, posicionando o MS como o primeiro estado a universalizar tais serviços.