MS Pantanal conclui ligação de 255 moradias à rede de esgoto de Três Lagoas

Postado por administrador em 30/ago/2021 - Sem Comentários

A Ambiental MS Pantanal (AMSP), empresa criada a partir da Parceria Público-Privada (PPP) entre a Sanesul e o Grupo Aegea, concluiu, nesta semana, a ligação de 255 habitações à rede de esgoto, em Três Lagoas.

Foram finalizadas ligações no bairro Nova Americana e no Jardim Glória. Estima-se que, ao todo, cerca de 900 pessoas sejam beneficiadas pelos serviços.

Os trabalhos fazem parte de um plano da PPP para disponibilizar ligações em lotes urbanizados que já possuem rede de esgoto disponível, levando mais qualidade de vida à população sul-mato-grossense.

Em maio, a empresa assumiu as operações de coleta e tratamento de esgoto em Três Lagoas e em outros 67 municípios do estado onde a Sanesul já atua, na esteira de um período de três meses em que os ativos da estatal foram cadastrados e as plantas digitalizadas. Desde então, equipes e veículos da PPP são vistos em todas as regiões do Mato Grosso do Sul.

A MS Pantanal tem a meta de, ao lado da Sanesul, universalizar o esgotamento sanitário no estado até o final de 2031, quando mais 1,7 milhão de sul-mato-grossenses devem ter acesso aos serviços, totalizando uma cobertura de 98% da população. Com isso, o MS será o primeiro estado do país a atingir a universalização do saneamento básico.

Novos equipamentos. No final de julho, Três Lagoas ainda recebeu uma terceira unidade do caminhão customizado da MS Pantanal, chamado de retro saneamento. O veículo é apontado como uma solução para o setor de saneamento e foi desenhado com o objetivo de minimizar possíveis transtornos causados por obras.

A retro saneamento traz mais agilidade a serviços como manutenção, troca de tubulação, ligação da rede de esgoto, entre outros. Isso será possível porque esse tipo de caminhão reúne – em um só veículo – equipamentos como caçamba, retroescavadeira, baús para acondicionamento de ferramentas, guindaste e engate rápido para instrumentos hidráulicos.

Com isso, o deslocamento de vários veículos para a realização de um só serviço não se faz mais necessário, resultando na redução da emissão de poluentes e de possíveis transtornos no tráfego das cidades. Municípios como Dourados, Ponta Porã, Nova Andradina, Naviraí, Aquidauana, Sidrolândia, Jardim e Chapadão do Sul também receberam modelos da retro saneamento da MS Pantanal.

Além disso, a AMSP investiu em novos geradores de energia elétrica, que darão apoio ao funcionamento das estações elevatórias de esgoto Caçula e Difusora, em Três Lagoas. A instalação desses equipamentos deve trazer mais segurança e eficiência às operações.

Os geradores serão instalados como uma medida preventiva, uma vez que uma queda prolongada da rede elétrica pode interromper o funcionamento das elevatórias que bombeiam o esgoto bruto produzido pelo município e causar possível extravasamento do efluente.