Rumo à universalização, Três Lagoas recebe mais um caminhão customizado da MS Pantanal

Postado por administrador em 23/jul/2021 - Sem Comentários

A cidade de Três Lagoas recebeu, nesta semana, mais um caminhão customizado da Ambiental MS Pantanal (AMSP). A empresa foi criada a partir da Parceria Público-Privada (PPP) entre o Grupo Aegea e a Sanesul, com a missão de impulsionar investimentos e garantir a universalização do saneamento básico na próxima década. Agora, o município conta com três unidades do veículo, que foi desenhado com o objetivo de minimizar possíveis transtornos causados por obras, e é apontado como uma nova solução para o setor.

A chamada “retro saneamento” trará mais agilidade a serviços como manutenção, troca de tubulação, ligação da rede de esgoto, entre outros. Isso será possível porque esse tipo de caminhão reúne – em um só veículo – equipamentos como caçamba, retroescavadeira, baús para acondicionamento de ferramentas, guindaste e engate rápido para instrumentos hidráulicos.

Com isso, o deslocamento de vários veículos para a realização de um só serviço não se faz mais necessário, resultando na redução da emissão de poluentes e de possíveis transtornos no tráfego das cidades.

“A retro é muito importante no dia-a-dia da operação. Com equipamentos mais modernos, temos mais agilidade e produtividade na execução dos serviços”, disse o supervisor da regional de Três Lagoas da AMSP, Luis Gustavo dos Santos. O mesmo modelo já foi entregue pela MS Pantanal em municípios como Dourados, Coxim, Naviraí, Nova Andradina, Aquidauana, Ribas do Rio Pardo, Jardim, Paranaíba e Ponta Porã.

Nesta semana, colaboradores da MS Pantanal de todas as regiões do estado estiveram em Campo Grande para a conclusão de um curso, realizado em parceria com o sistema Fiems – que engloba Sesi, Senai e Iel -, para estarem aptos a operarem a máquina com segurança.

Além de aulas práticas sobre a operação dos veículos, os colaboradores da MS Pantanal ainda passaram por aulas teóricas sobre normas regulamentadoras de transporte, movimentação e armazenagem, com o objetivo de assimilarem requisitos básicos de segurança, sem o risco de danos e acidentes no ambiente de trabalho.

Sobre a PPP. Desde maio, com o início da operação plena da AMSP, moradores de todos as regiões do MS puderam observar a chegada de trabalhadores e veículos da PPP.

Equipes de engenheiros, topógrafos e eletromecânicos da MS Pantanal vêm trabalhando no mapeamento inteligente e digitalização de todos os ativos da Sanesul desde fevereiro, nos 68 municípios onde a estatal já atua.

Foram percorridas cerca de 200 estações elevatórias de esgoto e 77 estações de tratamento em todas as regiões do MS.

Com a PPP, mais de 1,7 milhão de sul-mato-grossenses terão acesso ao saneamento básico ao final de 2031. O projeto pioneiro deve posicionar o Mato Grosso do Sul como o primeiro estado do País a alcançar a universalização do saneamento básico.

Sanesul autoriza investimentos de R$ 2,1 milhões em Coxim

Postado por administrador em 16/jul/2021 - Sem Comentários

Com o intuito de acelerar os investimentos no sistema de saneamento básico do Mato Grosso do Sul – e atingir a meta de universalização dos serviços dentro dos próximos dez anos – a Sanesul autorizou, nesta quinta-feira (15), investimentos de R$ 2,1 milhões no município de Coxim.

De acordo com a estatal, parte do investimento será destinado a melhorias do bombeamento das Estações Elevatórias de Esgoto (ETEs) dos bairros Santa Maria e Presidente Vargas. Outra parte será destinada à estrutura de abastecimento de água

“Durante dois meses vamos viajar por todo Estado entregando as obras que foram concluídas nos últimos meses. Também vamos anunciar novos investimentos e assinar ordens de serviços já liberadas”, disse o diretor-presidente da Sanesul, Walter Carneiro Jr. “Vamos juntos percorrer uma rota de entregas de saneamento, ficar de frente com a população e os prefeitos. São investimentos viabilizados pela Sanesul e o Governo do Estado”, acrescentou.

As ETEs serão operadas pela Ambiental MS Pantanal (AMSP). A empresa foi criada a partir da Parceria Público-Privada (PPP) entre a Sanesul e o Grupo Aegea – a maior companhia privada de saneamento do país -, com o objetivo de impulsionar investimentos e dar acesso aos serviços de saneamento a mais 1,7 milhão de sul-mato-grossenses até o final de 2031. Com isso, 98% da população será contemplada.

As equipes e veículos da PPP já podem ser vistas em todas as 68 cidades em que a Sanesul já atua desde maio, quando a AMSP deu início à chamada operação plena.

Coxim foi um dos municípios que já receberam, por exemplo, um dos caminhões customizados da empresa que, por reunir vários equipamentos em um só veículo, é visto como uma solução para diminuir transtornos em obras do setor. Isso é possível, uma vez que o caminhão dispensa uso de vários veículos para a execução de um só serviço, resultando na diminuição da emissão de poluentes oriundos da queima de combustíveis fósseis.

Referência nacional, a PPP se antecipou ao marco do saneamento, sancionado em 2020. Caso a meta seja atingida até o final de 2031, o MS será o primeiro estado brasileiro a universalizar o saneamento básico, num marco histórico para o país.

“Nós, da MS Pantanal, estamos bem animados com a universalização, dada a importância do acesso ao saneamento básico à população”, disse José Octávio de Oliveira, supervisor da regional de Coxim da AMSP. “Isso vai beneficiar a todos: é mais gente tendo esgoto tratado, o que representa uma melhoria da qualidade de vida da população de Coxim, bem como da questão ambiental”, acrescentou.