Organização Caianas distribui mudas frutíferas em projeto de segurança alimentar indígena

Postado por administrador em 22/out/2022 - Sem Comentários

No último sábado (22) a Organização Caianas – criada com a missão de resgatar e manter vivos os costumes e tradições do povo Terena – distribuiu mil mudas de espécies frutíferas a famílias do território de Cachoeirinha, no Pantanal sul-mato-grossense.

A ação faz parte de um projeto de segurança alimentar junto às comunidades de Miranda (MS), município localizado a 200 quilômetros de Campo Grande. Participaram do encontro representes de cerca de 80 famílias indígenas, da aldeia Cachoeirinha.

Reunidos, os moradores participaram de um bate-papo sobre a importância de preservar o hábito da alimentação natural e aprenderam técnicas de plantio para que as mudas cresçam saudáveis.

De acordo com a nutricionista Cynthia Naito, da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) do polo de Miranda, obesidade, diabetes e hipertensão são as doenças de maior incidência nas comunidades indígenas locais.

Ela explica que, por conta da proximidade com a área urbana, indígenas têm adotado, cada vez mais, hábitos alimentares pouco saudáveis, recorrendo a alimentos baratos e de baixo valor nutricional. “É muito comum ver crianças indígenas se alimentando, basicamente, de salgadinhos, macarrão instantâneo e refrigerantes, que são mais acessíveis e carregados de sódio e açúcar, resultando no aumento da incidência de doenças relacionas à obesidade”, disse.

Cacique da aldeia Cachoeirinha, Edivaldo Antônio, lembrou das palavras do avô sobre a importância do plantio para a segurança alimentar da aldeia. “Meu avô dizia que era importante plantarmos nosso próprio alimento para que não falte para os nossos filhos e netos”.

As mudas foram doadas pela empresa de saneamento Ambiental MS Pantanal, controlada pelo Grupo Aegea. O projeto contou ainda com o apoio da Sesai e do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (PrevFogo), ligado ao Ibama.

Organização Caianas. Criada em 2005, a organização promove seminários, ações ambientais, projetos educativos e a ampliação de áreas agroflorestais, bem como o mapeamento de árvores nativas do território indígena.

O nome Caianas é uma referência aos “Kayanás”, segmento da estrutura da organização tradicional Terena, composto pelos sábios e intelectuais do grupo. Kayá significa “cérebro”, no idioma Terena.

O nome da organização também é um acrônimo para Coletivo Ambientalista Indígena de Ação para Natureza, Agroecologia e Sustentabilidade.

Saneamente: MS Pantanal e SED lançam curso via WhatsApp para alunos da rede estadual

Postado por administrador em 19/set/2022 - Sem Comentários

A Ambiental MS Pantanal e a Secretaria de Educação do Mato Grosso do Sul (SED) lançaram, na última semana, o projeto de educação ambiental “Saneamente”, em escolas da rede estadual de Aquidauana e Anaurilândia, no interior do estado. O curso disponibiliza conteúdos multidisciplinares relacionados ao saneamento básico por meio do aplicativo WhatsApp.

O projeto foi lançado em uma solenidade realizada na Escola Estadual Felipe Orro, em Aquidauana, e desenvolvido pela Responsabilidade Social da MS Pantanal, com apoio da SED e da Academia Aegea – plataforma de ensino do Grupo Aegea, controlador da MS Pantanal. Até então, apenas os colaboradores do Grupo Aegea tinham acesso à plataforma.

Além do curso para os alunos, também foi disponibilizado material didático para os professores, que deve servir de apoio para que os docentes trabalhem de maneira integrada os temas abordados no curso “Ciclo Completo do Saneamento Básico”: uma trilha com pacotes de vídeos, cards e atividades que os alunos receberão pelo celular. Ao final do curso, será emitido um certificado com o nome do estudante.

Além de alunos, coordenadores e professores, participaram das cerimônias de lançamento representantes da SED, das Coordenadorias Regionais de Educação, da Prefeitura de Aquidauana, além do diretor-presidente da MSP, Celso Paschoal e do diretor de Relações Institucionais da Aegea Centro Oeste, Paulo Antunes.

“É uma honra ser a primeira escola a receber esse projeto”, disse Max de Albuquerque, diretor da escola Felipe Orro, na esteira do evento. “Essa iniciativa é muito importante para conscientizar nossos alunos sobre os impactos positivos do saneamento na saúde, qualidade de vida e educação”, completou.

Já em Anaurilândia, o diretor da Escola Estadual Maria José, José de Sá Cavalcante, diz esperar que o projeto venha a agregar valores “que sejam a conscientização dos alunos – e do ser humano – sobre a preservação do meio ambiente.

 

Três Lagoas: Projeto leva teatro educativo a mais de 700 alunos da rede pública

Postado por administrador em 02/ago/2022 - Sem Comentários

A empresa de saneamento Ambiental MS Pantanal e a Cia. de teatro itinerante BuZum! abriram, nesta segunda-feira (1º), o circuito do espetáculo “Perigo Invisível”, no Mato Grosso do Sul, por meio da Secretaria Especial da Cultura (Ministério do Turismo), com incentivo da Lei Rouanet, e pelo Instituto Aegea – núcleo de inteligência socioambiental do Grupo Aegea, do qual a MS Pantanal faz parte.

Hoje, as apresentações aconteceram na Escola Municipal Professora Elaine de Sá, em Três Lagoas, onde mais de 700 alunos do ensino fundamental aprenderam sobre higiene básica numa peça repleta de cores, música e muita diversão.

Com a ajuda dos personagens Fungoso, Dona Bactéria e Virulão, o espetáculo da Cia. Buzum retrata a importância de hábitos simples de higiene pessoal, como lavar as mãos e escovar os dentes, para toda a sociedade, com lições tiradas da pandemia de coronavírus.

Mari Gutierrez, diretora de produção do BuZum!, explica que a concepção do espetáculo “Perigo Invisível! vai ao encontro de uma gama imensa de lições que cada pessoa, seja ela criança seja ela adulto, teve ao longo dos dois últimos anos de pandemia, e o quanto algo invisível, mas altamente contagioso, transformou rotinas e mudou hábitos para sempre. “E é justamente para reforçar esses aprendizados que ‘Perigo Invisível’ entra para um leque de obras já reconhecidas e aplaudidas pelo público que acompanha o BuZum!, como Curumim, O Grande Perigo, Caipira e Floresta Viva”, diz Mari.

“A companhia de teatro BuZum roda o Brasil com espetáculos itinerantes em um ônibus, e chega ao estado para apresentações gratuitas. As peças serão apresentadas em outros nove municípios do Estado. Ao todo, o espetáculo será levado a mais de 6 mil alunos da rede pública do Mato Grosso do Sul.

A agenda comtempla as seguintes cidades e datas: Três Lagoas, 1 e 2 de agosto. Aquidauana, 4 e 5 de agosto. Corumbá, 8, 9 e 10 de agosto. Bonito, 12 e 15 de agosto. Maracaju, no dia 16 de agosto. Nova Alvorada do Sul, em 17 de agosto. Dourados, nos dias 18, 19 e 20 de agosto. Naviraí, no dia 23 de agosto e Nova Andradina nos dias 24 e 25 de agosto.

Reinvenção

O palco do BuZum! agora é fora do ônibus, em uma estrutura ampla. A plateia assiste a cada sessão com distanciamento seguro, de forma protegida. É diversão garantida para o público com a vivacidade do tradicional teatro de bonecos. Logo, o que antes acontecia originalmente no BuZum!, dentro do ônibus, hoje é no palco.

Aprendizado fora e dentro da sala de aula

As apresentações gratuitas aliam o espetáculo do palco com o conteúdo da sala de aula. Isso porque o BuZum! fornece para as escolas material pedagógico para os educadores trabalharem temas transversais nas aulas. As crianças ganham um pequeno teatro de papel para brincarem e criarem as próprias histórias com seus bonecos e cenários.

O espetáculo Perigo Invisível

O espetáculo Perigo Invisível se passa na Central dos Germes Maus. Fungoso, Dona Bactéria e Virulão são os personagens centrais dessa história. Os três querem infectar o maior número de crianças possível, e aproveitam dos maus hábitos de higiene de algumas delas para colocar seu maquiavélico plano em prática. Após algumas crianças ficarem doentes por não lavarem bem as mãos, ou por não escovarem os dentes ou por se negarem a tomar banho, elas percebem que bons hábitos de higiene são fundamentais para uma vida saudável. Após alguns cuidados, as bactérias, fungos e vírus acabam morrendo e as crianças voltam a ter saúde. A peça mostra a importância dos cuidados básicos com a higiene e que cuidar de si é também cuidar do outro.

Faixa etária: 03 a 11 anos.

Duração do espetáculo: 25 minutos.

BuZum! 11 anos

Em setembro de 2022, a cia de teatro BuZum! completará 12 anos de experiências e tem motivos de sobra para comemorar: são mais de 500 mil quilômetros para realizar 15 mil apresentações para mais de 700 mil espectadores nas mais de 2.600 escolas públicas de 300 cidades, dos 11 estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia, Minas Gerais, Maranhão, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Ceará e Santa Catarina), além de Porto Suarez, na Bolívia. Cada trajeto do BuZum! pode ser acompanhado pelo site www.buzum.com.br ou pelo perfil no Instagram @ProjetoBuZum.

A cia. é dirigida por Beto Andreetta, Jackson Íris e Mari Gutierrez, junto à equipe de produtores, montadores, motoristas, secretárias e atores. Todos levam à plateia itinerante novas possibilidades nas quais a imaginação e a fantasia se expandem nos contos com seus bonecos teatrais inovadores.

Ficha Técnica Perigo Invisível

Concepção: Beto Andreetta, Mari Gutierrez

Texto: Cládia Naum

Direção: Lívia Simardi

Elenco: Lívia Simardi e Rafael Francisco

Trilha sonora: César Maluf

Criação de cenário: Beto Andreetta

Criação e confecção de bonecos: Rosa

Direção de produção: Mari Gutierrez

Coordenação de produção: Aldo Andreetta

Produção executiva: Paloma Alves

Assistente de Produção: Fernanda Rocha

Produção de campo: Aldo Andreetta

Técnicos de som e luz: Régis da Silva

Design gráfico: Sato do Brasil

Direção administrativa: Jackson Íris

Assistente financeiro: Vania Rodrigues

Assessoria de imprensa: Isabela Barbosa

Realização: BuZum!

SERVIÇO

BuZum! e o espetáculo Perigo Invisível

Cidade: Três Lagoas

Data: 1 e 2 de agosto (segunda e terça-feira)

Local:  Escola Municipal Professora Elaine de Sá.

Endereço: Rua Jatobá,S/N,bairro Novo Oeste

Horários das apresentações:

Horários MANHÃ: 9h 9h40 10h20 11h – 4 sessões. Horários TARDE: 13h30 14h10 14h50 – 3 sessões.

Cidade: Aquidauana

Data: 4 de agosto (quinta-feira)

Local:  Escola Antônio Trindade

Endereço: R. Geovane Toscano de Brito, 380 – Trindade, Aquidauana – MS

Data 5 de agosto (sexta-feira)

Local: CMA Emília Alves Nogueira

Horários das apresentações:

Horários MANHÃ: 9h 9h40 10h20 11h – 4 sessões. Horários TARDE: 13h30 14h10 14h50 – 3 sessões.

Cidade: Corumbá

Data: 8 de agosto (segunda-feira)

Local:  EM Almirante Tamandaré.

Endereço: Rua Sete De Setembro S/N – Cravo Vermelho

Data: 9 de agosto (terça-feira)

Local: EM Prof. Djalma Sampaio Brasil.

Endereço: Rua Monte Castelo, 1738 – Bairro Aeroporto

Data: 10 de agosto (quarta-feira)

Local: CEMEI Mirian Mendes/ EM Clio Proença.

Endereço: Rua José Belmiro Maciel esquina com Rua Major Gama – Guatós.

Horários das apresentações: A definir.

Horários MANHÃ: 9h 9h40 10h20 11h – 4 sessões. Horários TARDE: 13h30 14h10 14h50 – 3 sessões.

Cidade: Bonito

Data: 12  (sexta-feira)

Local:  EM João Alves da Nóbrega.

Endereço: Rua : Santana do Paraíso, 1629 Vila América

Data: 15 de agosto (segunda-feira)

Local: Municipal João Alves de Arruda

Endereço: Rua Nakaba Matsumoto,340–BNH – Vila Recreio, Jardim Andreia, Bonito-MS

Horários das apresentações: 8h15 8h50 9h30 13h30 14h10 15h

Cidade: Maracajú

Data: 16 de agosto (terça-feira)

Local: A definir.

Endereço: A definir.

Horários das apresentações: A definir.

MANHÃ: A definir.

TARDE: A definir.

Cidade: Nova Alvorada do Sul

Data: 17 de agosto (quarta-feira)

Local:  Escola Ires Brunetto Antigo clube Benedito Coutinho

Endereço: Rua Irineu de Souza Araújo, centro

Horários das apresentações: A definir.

Horários MANHÃ: 9h 9h40 10h20 11h – 4 sessões

Horários TARDE: 13h30 14h10 14h50 – 3 sessões

Cidade: Dourados

Data: 18 de agosto (quinta-feira)

Local: Escola Municipal Laudemira Coutinho de Melo.

Endereço: Rua: Ayrton Sena nº 350 Jardim Santa Maria

Data: 19 de agosto (sexta-feira)

Local: Escola Municipal Lóide Bonfim Andrade

Endereço: Rua: Maria de Carvalho nº 560 Jardim Água Boa.

Data:22 de agosto (segunda-feira)

Local:  Escola Municipal Profª Efantina de Quadros.

Endereço: Rua: General Castelo Branco nº 1001 Jardim Flórida II

Horários das apresentações: A definir.

MANHÃ: A definir.

TARDE: A definir.

Cidade: Naviraí

Data: 23 de agosto (terça-feira)

Local:  Escola Municipal Miltton Dias Porto

Endereço: Rua Delci Maria Delevati – Jardim Paraiso, Naviraí – MS

Horários das apresentações:

MANHÃ: A definir.

TARDE: A definir.

Cidade: Nova Andradina

Data: 24 e 25 de agosto (quarta e quinta-feira)

Local:  A definir.

Endereço: A definir.

Horários das apresentações:

MANHÃ: A definir.

TARDE: A definir.

Alunos de Terenos têm aula de botânica e recebem mudas de viveiro para replantio na escola

Postado por administrador em 23/jun/2022 - Sem Comentários

Alunos do 8º ano da Escola Municipal Jamic Polo, de Terenos (MS), estiveram em Campo Grande, na última segunda-feira (20), para assistir a uma aula técnica sobe plantio de mudas no Viveiro Isaac de Oliveira, administrado pela Ambiental MS Pantanal – empresa criada a partir da Parceria Público-Privada entre a Sanesul e o Grupo Aegea, que nasceu com a meta de universalizar o saneamento básico no Estado.

Na visita, os estudantes tiveram a oportunidade de acompanhar as etapas do processo de produção de mudas típicas do Cerrado e do Pantanal e aprenderam sobre a importância da preservação ambiental e do reflorestamento de áreas desmatadas para a preservação das bacias hidrográficas.

“A ideia é que eles conheçam as técnicas que serão reproduzidas na escola, que tem um projeto para construir seu próprio viveiro de mudas”, disse o professor Thomas de Almeida, que acompanhou os alunos no passeio. “A visita foi excelente”, completou.

A escola já possui uma horta em Terenos, cujos alimentos são utilizados na alimentação dos próprios alunos. O projeto do novo viveiro na escola tem como objetivo a produção de mudas que serão destinadas a ações de reflorestamento de áreas degradadas no entorno de nascentes do Município, que abastecem a Bacia do Paraguai.

Desde a chegada da MS Pantanal, em maio do ano passado, a concessionária já realizou o plantio de mais de 5 mil mudas com parceiros de diferentes regiões do Estado, em municípios como Bonito, Terenos, Bataguassu, Miranda e Nova Andradina.

O viveiro Isaac de Oliveira, que é administrado em parceria com a concessionária de água e esgoto Águas Guariroba, de Campo Grande, tem capacidade de produção de mais de 50 mil mudas por ano.

No começo do mês, a Ambiental MS Pantanal também realizou um plantio de 200 árvores em área urbana, em parceria com a prefeitura de Terenos. A empresa doou mudas de espécies como paineiras e ipês de diferentes cores.

“A MS Pantanal presta um serviço de qualidade no sistema de esgoto de Terenos e nos ofereceu uma quantidade significativa de mudas para plantios tanto na área urbana quanto na zona rural”, disse o prefeito de Terenos, Henrique Budke. “Essa parceria funciona, e quem sai favorecida é a população terenense”, acrescentou.

Sobre a PPP. A MS Pantanal assumiu em maio do ano passado a operação plena de serviços de coleta, afastamento e tratamento de esgoto em todos os 68 municípios em que a Sanesul já atua. A parceria pioneira se tornou viável após a sanção do Marco Legal do Saneamento, em 2020.

Ao lado da Sanesul, a companhia tem a meta de universalizar os serviços de saneamento básico até 2031, antecipando-se à legislação. Com o cumprimento da meta, mais 1,7 milhão de sul-mato-grossenses terão acesso aos serviços, posicionando o MS como o primeiro estado do Brasil a realizar tal feito. Para isso, estima-se um investimento de cerca de R$ 1 bilhão em obras por parte da iniciativa privada.